VOCÊ SABE O QUE É UM CONGRESSO?

 

  Muito se ouve falar no meio acadêsize_810_16_9_thinkstockphotos-179692898mico e profissional, sobre os congressos, simpósios, conferências, e outros eventos de nomenclatura familiar, porém, muitas vezes, com diferenciação desconhecida por alguns. Por tanto, a ÁREA DO SABER do CONFISF têm como primeiro tema, conhecer melhor as diferenciações entre os eventos científicos.

           Para tal, faz-se necessário compreendermos que um evento trata-se de um acontecimento que reúne pessoas com interesses em comum, com objetivos específicos, capaz de gerar novos fluxos de visitantes, alterando a dinâmica da economia local. Os eventos estão classificados quanto a sua abrangência¹ em:

  • Mundial – reúne participantes de todos os continentes;
  • Internacional – pelo menos 20% dos participantes representam outro continente distinto daquele que realiza o evento;
  • Latino-americano – pelo menos 20% dos participantes representam quatro outros países que não aquele onde o evento acontece;
  • Brasileiro/Nacional – reúne participantes de todos os Estados;
  • Regional – reúne participantes de determinadas regiões de um país, continente ou do mundo;
  • Municipal – reúne participantes da cidade em que o evento acontece.

       Quanto ao seu porte²:

  • Pequeno – até 200 participantes
  • Médio – entre 200 e 500 participantes
  • Grande – entre 500 a 5.000 participantes
  • Macro ou Mega – acima de 5.000 participantes

       Quanto aos objetivos³:

  • Científicos – objetivo educacional
  • Social – objetiva integração social
  • Comercial – objetiva a comercialização produto/serviço
  • Cultural – com objetivo artístico, esportivo, etc.

       Os eventos científicos classificam-se quanto a sua temática, abaixo, constam os principais:

  • Congresso – Reunião periódica com integrantes de determinada área, que tem por objetivo a atualização, divulgação e troca de conhecimentos sobre assuntos de interesse e/ou técnicas. Durante o seu acontecimento, podem ocorrer simultaneamente palestras, conferências, mesas redondas, etc. Ao final, pode ser gerado um documento oficial (Anais do Congresso) com os trabalhos apresentados no evento. O congresso possibilita ainda, ampliar sua network (rede de contatos profissionais).4
  • Simpósio – evento que reúne duas ou mais pessoas dotadas de conhecimentos específicos, que irão expor seus temas com pontos de vista diferentes, e que conta com a mediação de outra pessoa que coordena o debate. Ao final do debate, o público pode fazer perguntas.5
  • Conferência – evento de curta duração, em que há o aprofundamento de um tema específico para uma plateia, realizado por alguém com reconhecidamente competente. Após a explanação do tema, abre-se espaço para perguntas da platéia. 6
  • Mesa redonda – reunião com especialistas que apresentam pontos de vista divergentes, que discutem ou deliberam, em pé de igualdade, sobre determinado assunto diante de uma platéia, que ao final pode enviar perguntas à mesa.7
  • Workshop – encontros de curta duração onde há uma parte expositiva seguida de demonstrações do objeto (produto), técnicas, métodos, saber ou habilidades que gerou o evento. Poderá fazer parte de um evento de maior amplitude, como o congresso, por exemplo.8
  • Oficina – assemelha-se ao workshop, sendo que a oficina é mais empregada no setor educacional e o workshop na área comercial/empresarial. Poderá, também, fazer parte de eventos de maior porte.9

1ANDRADE, Renato B. Manual de eventos. 2ª ed. ampl. Caxias do Sul: EDUCS, 2002, p.41.

2COUTINHO, Helen R.M. Organização de eventos. Manaus: Centro de Educação Tecnológica do Amazonas, 2010, p.15.

3 COUTINHO Ib. p. 15

4ANDRADE op.cit. p.48

5, 6ANDRADE Ib. p.48-49

7,8,9COUTINHO op.cit. PP. 17-19